Aqui está o que o custo de substituição da embreagem traz para você:

INSPEÇÃO

Um mecânico sempre verificará se substituir a embreagem é a melhor opção. Alguns sintomas de falha da embreagem também podem se aplicar a uma caixa de engrenagens com defeito. E não adianta pagar todo esse dinheiro por uma embreagem nova se não resolver o seu problema!

SOLTE A BATERIA

Se sua embreagem é a culpada, o mecânico precisa tornar seu motor seguro. Uma bateria carregada é um perigo para a saúde, portanto, se você não sabe como desconectar a sua corretamente, não vale a pena começar a substituir a embreagem.

Uma vez que a bateria está segura e sua embreagem e / ou cilindro escravo hidráulico está desconectado, o mecânico pode chegar ao próprio conjunto da embreagem.

ESTABILIZAR O MOTOR

Sua embreagem vive entre o motor e a caixa de marchas, nas entranhas do carro – por isso leva um tempo para alcançá-la!

O mecânico levanta a frente do carro do chão e estabiliza o motor para que não caia. Assim que o motor estiver devidamente preso, eles removem os suportes do motor para ter acesso ao conjunto da embreagem. Em seguida, o mecânico remove os parafusos do volante para que eles possam diferenciar entre o motor e o eixo de transmissão. A embreagem fica na transmissão porque desempenha a função de uma unidade de transmissão, bem como um eixo para ajudar no processo de mudança de marcha.

É por isso que uma troca de embreagem demora tanto e custa tanto.

DESAPARAFUSE A PLACA DE PRESSÃO

A próxima etapa é remover a própria embreagem.

Depois de remover os parafusos que prendem a placa de pressão no lugar, o mecânico levanta a placa de pressão e o disco da embreagem para fora do compartimento do motor. Eles então verificam as buchas de suspensão. Eles isolam as vibrações e reduzem o atrito entre as partes metálicas do veículo, entre outras coisas. Se estes estiverem deteriorados, eles podem recomendar a substituição deles, bem como sua embreagem.

Isso aumenta o custo, mas torna sua viagem um pouco mais confortável. 

VERIFIQUE SE HÁ VAZAMENTOS OU DANOS EXTRAS

Agora que o mecânico deu uma boa olhada na embreagem, ele pode verificar se há vazamentos.

O fluido de transmissão ajuda a lubrificar o conjunto da embreagem e facilita a troca de marchas. A perda desse fluido pode arruinar seu carro. Além de uma possível substituição do volante, você também pode precisar de um novo eixo de entrada ou transmissão. Todos esses são problemas potenciais causados ​​por uma embreagem com defeito.

E todos eles têm a garantia de aumentar o custo da substituição da embreagem.

LIMPE E SUBSTITUA TUDO

Se não houver outros problemas, o mecânico pode dar um salto com a troca da embreagem. Eles substituem todas as peças de que você precisa, limpam o virabrequim e outras peças e, em seguida, parafusam tudo de volta no lugar. A remontagem deve seguir o mesmo processo da desmontagem para limitar o número de erros.

TESTE A EMBREAGEM

Com tudo de volta em seu devido lugar, o mecânico testa seu carro para ter certeza de que a troca da embreagem resolveu o problema. Se não, eles avisam e depois voltam para a prancheta para tentar novamente!

É um processo complicado. Felizmente, conhecemos mais de 9.000 oficinas profissionais que podem ajudá-lo a resolver seu problema! Basta inserir seu número de registro e código postal para começar a comparar os preços de reposição de embreagem em sua área hoje!

O que procurar

O conjunto da embreagem deve durar 60.000 milhas, em média.

É difícil prever a vida útil real porque as condições da estrada e seu estilo de direção podem afetar a embreagem. Se você quiser aumentá-lo, tente evitar usar a embreagem sempre que puder. Manter o pedal da embreagem no ponto de corte queimará sua embreagem mais rápido.

Claro, há momentos em que é difícil não andar na embreagem, como no trânsito intenso. E sua embreagem tem uma vida útil finita, então você terá que substituí-la em algum momento. Se você notar algum desses sinais de advertência, reserve uma inspeção da embreagem em uma garagem local. Mesmo se você não precisar de uma substituição completa da embreagem, é provável que algo precise ser substituído.

Aqui está o que você deve procurar:

VOCÊ LUTA PARA MUDAR DE MARCHA

Se você achar difícil selecionar uma marcha específica – ou mudar de marcha parece uma queda de braço com seu carro – algo está errado. Sua embreagem pode ter escorregado e está lutando para cortar a energia do volante para as rodas.

SEU CARRO NÃO SE MOVE 

Se você ligar o motor e engatar a marcha, mas seu carro não vai a lugar nenhum, há claramente um problema com a embreagem. Provavelmente está preso com as placas separadas para que a força não alcance as rodas. Contacte o seu fornecedor de recuperação e peça-lhe para o rebocar até à oficina mais próxima para substituir a embraiagem.

A EMBREAGEM FAZ UM BARULHO HORRÍVEL

Se sua embreagem ranger, guinchar ou fizer qualquer outro tipo de ruído horrível, ela pode ter escorregado do lugar. Isso faz com que as diferentes placas dentro da montagem se esfreguem e criem o terrível ruído que você ouve quando muda de marcha. Marque uma inspeção o mais rápido possível.

TEM UM CHEIRO DE QUEIMADO

Sua embreagem cria atrito quando você muda de marcha conforme as placas deslizam umas contra as outras, criando calor. Quando a peça está gasta ou danificada, esse calor aumenta e você pode sentir o cheiro de queimado.

Pare de dirigir imediatamente se notar um cheiro de queimado. Pode ser algo muito mais sério do que uma embreagem escorregada.

SEU CARRO TEM UM PONTO DE MORDIDA MAIS ALTO

Alguns carros têm um ponto de mordida natural alto. Por exemplo, os carros pequenos da cidade são notórios por terem pontos de mordida altos. É aqui que você precisa trazer a embreagem quase totalmente para cima antes de sentir a força do motor entrar em ação.

No entanto, se você acha que seu ponto de mordida está mais alto do que costumava ser, a culpa pode ser de uma embreagem escorregadia. É aqui que as placas lutam para se conectar e engatar e deve ser verificado imediatamente.

FONTE:https://pt.wikipedia.org/wiki/Embraiagem

O QUE ACONTECE SE VOCÊ COLOCAR O CARRO EM MARCHA À RÉ ENQUANTO DIRIGE?

Se você já acidentalmente colocou a alavanca de câmbio em ponto morto enquanto dirigia, conhece a sensação de puro pânico quando o veículo de repente gira sem acelerar. Embora este momento possa induzir ao pânico, na maioria dos casos, não causará grandes danos.

Mas você já se perguntou o que aconteceria se acidentalmente colocasse a marcha ré do seu veículo em marcha à ré durante a condução? Saiba o que pode acontecer ao seu veículo com transmissão automática se você o colocar em marcha à ré enquanto dirige, e o que fazer se isso acontecer.

Fonte: Reprodução: Pinterest

É possível colocar o carro em marcha à ré durante a condução?

Antes de ver o que acontece se você colocar o carro em marcha à ré enquanto dirige, primeiro pergunte se é possível fazer isso. A resposta curta é: depende.

Muitos veículos modernos com transmissão automática têm controles eletrônicos que anularão a solicitação de mudança se o computador achar que é um erro. Se você engatar a marcha à ré enquanto dirige, eis o que pode acontecer.

1. Seu veículo ativará um recurso de inibição de reversão.

Muitos veículos na estrada hoje são equipados com um inibidor de reversão como uma medida de segurança para o veículo e para o motorista. Esse inibidor essencialmente ignora a solicitação para colocar a transmissão em marcha à ré enquanto o carro está dirigindo até que o veículo diminua a uma velocidade aceitável para mudar.

Os fabricantes de automóveis instalam esse recurso nos carros para proteger seu veículo de reparos caros e para ajudar a proteger você e a segurança de seus passageiros – especialmente em velocidades de estrada. Em muitos veículos, o inibidor de reversão é controlado pelo computador de bordo. Mas mesmo os modelos mais antigos utilizavam um sistema mais manual com um aparelho de controle hidráulico como sistema de inibição reversa.

Se o seu veículo estiver equipado com um recurso de inibição de ré, colocar o carro em marcha à ré enquanto dirige pode ser um pouco desanimador, pois o recurso não permitirá que nada aconteça até que você reduza a velocidade ou pare. No entanto, a melhor coisa que você pode fazer é evitar “testar” esse recurso, mantendo sua mão longe do câmbio enquanto dirige seu veículo automático.

2. Seu veículo irá parar e você poderá ouvir um ruído de trituração.

Se por acaso seu veículo não estiver equipado com um inibidor de reversão, ou estiver com defeito ou quebrado, colocar a transmissão automática em marcha à ré durante a direção provavelmente fará o motor morrer.

A transmissão automática do seu veículo é composta por um sistema de engrenagens que trabalham em conjunto para movê-lo pela estrada. As engrenagens irão girar em uma direção para impulsionar seu carro para a frente e na direção oposta ao dar ré. A transmissão automática usa um conversor de torque e fluido de transmissão para mudar as marchas e aumentar a potência do motor para a transmissão e, finalmente, para as rodas.

Fonte: Reprodução: Pinterest

Você coloca seu carro em marcha à ré durante a condução. O que agora?

Se, de alguma forma, você conseguir colocar a transmissão automática em marcha à ré enquanto dirige para a frente, a primeira coisa a fazer é manter a calma! O pânico pode induzir decisões irracionais e inseguras.

Quando você sentir que o veículo está enguiçado, desligue o acelerador, coloque o veículo em ponto morto e desça até o acostamento. Como o motor provavelmente morreu, você pode perder a assistência da direção hidráulica e a assistência do freio hidráulico, então, calma e cuidadosamente, pare o carro com segurança no acostamento. Certifique-se de que o carro pare totalmente e, em seguida, vire para o estacionamento. Pode ser necessário desligar o motor e ligar o carro novamente.

Com o motor ligado, coloque-o em movimento e comece a avançar lentamente. Se o veículo estiver dirigindo normalmente, vá em frente e dirija-se até sua mecânica mais próximo para que um especialista verifique se há sinais de danos no sistema de transmissão automática. Se o seu veículo estiver emitindo sons ou sentir problemas quando você começar a dirigir, pare e entre em contato com a assistência rodoviária para levá-lo ao centro de serviços de sua vizinhança.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mec%C3%A2nica_automotiva

Quão importantes são as trocas regulares de óleo?

Fonte: Reprodução: Pinterest

Todos nós sabemos que você precisa trocar o óleo a cada 3.000 – 5.000 milhas, mas por quê? Você leva seu carro para a oficina e fica sentado batendo no chão com o pé, perguntando-se por que está demorando tanto, tentando decidir quanto tempo pode demorar antes da próxima troca de óleo. Depois, há a conta.

Eles sempre parecem adicionar uma cobrança extra que você não esperava. Qual é o problema, afinal? Se você olhar no manual do seu carro, ele vai sugerir com que frequência você deve trocar o óleo, mas não vai revelar o segredo do porquê. Felizmente, trocar o óleo é um dos serviços de manutenção automotiva mais baratos suas necessidades de carro. Apesar de ser relativamente barato, a troca de óleo regularmente e dentro do prazo desempenha um papel fundamental na preservação do seu veículo e na economia de dinheiro.

Fonte: Reprodução: Pinterest



O petróleo é a força vital do seu veículo. 

Ele mantém os vários componentes do motor funcionando de maneira eficiente e ajuda a reduzir o acúmulo de verniz e carbono devido ao acúmulo no motor. Como você sabe, o motor pode ficar muito quente com os milhares de pequenas explosões que ocorrem a cada minuto; o óleo ajuda a retirar o calor da câmara de combustão, evitando essencialmente que o motor exploda. À medida que o óleo acumula calor, verniz e carbonos durante o processo de proteção e manutenção do motor funcionando sem problemas, ele eventualmente se torna menos líquido e mais lodo. Não importa o quão bom seja o óleo, eventualmente ele se degrada conforme os aditivos são usados. É quando você deve trocar o óleo.

Com que frequência e que tipo de óleo deve ser usado? Dependerá do tipo de óleo que você escolherá usar, que tipo de carro e com que frequência você dirige. É aqui que o manual do proprietário será útil. O velho ditado sugere a cada 3 meses ou 3.000 milhas. A quantidade de quilometragem que você dirige é mais importante do que a quantidade de tempo. Você pode fazer uma viagem e percorrer alguns milhares de quilômetros em algumas semanas ou pode levar cinco meses antes de atingir a quilometragem recomendada. Preste atenção no hodômetro e em como você dirige seu veículo. Dirigir em condições climáticas extremas ou rebocar muito peso atrás do carro também afetará o óleo.

Se você acha que não tem tempo ou dinheiro para trocar o óleo e decide esperar, eventualmente o óleo vai piorar cada vez mais, tornando-se mais como lama e entupir o motor. Os motores são caros para limpar e substituir um pistão gasto não é uma conta de conserto de automóveis que você deseja receber. Resumindo: vale a pena o tempo e o custo mínimo de manutenção.

Por que a troca do óleo do motor no intervalo adequado é tão importante? Certificar-se de que você troca o óleo regularmente é a manutenção de rotina mais importante que existe.  Trocas de óleo adequadamente programadas são cruciais para manter seu carro funcionando corretamente.

Fonte:https://pt.wikipedia.org/wiki/Embraiagem#:~:text=A%20embraiagem%20ou%20embreagem%20%C3%A9,o%20diferencial%20atrav%C3%A9s%20do%20eixo.

O Design da Embreagem do Carro

Simplificando, a embreagem é o dispositivo mecânico que transfere a potência rotacional do motor para as rodas em qualquer veículo manual.

embreagem é a parte do carro que conecta dois ou mais eixos rotativos. Em um carro com transmissão manual, a embreagem controla a conexão entre o eixo que vem do motor e os eixos que giram as rodas. É uma parte vital do maquinário de trabalho do carro, pois o motor gera energia o tempo todo e tem peças que giram constantemente, mas as rodas não giram constantemente.

Para permitir que o carro mude de velocidade e pare completamente sem desligar o motor, a conexão entre as rodas e o motor precisa ser interrompida temporariamente. A embreagem possui duas partes principais: a placa de embreagem e o volante. Se seu pé não estiver pressionando o pedal da embreagem, há um conjunto de molas que mantêm uma placa de pressão pressionada contra a placa da embreagem.

A pressão das molas também empurra a placa de embreagem contra o volante. Isso conecta o motor ao eixo, que transfere o movimento para as rodas e faz as duas girarem ao mesmo tempo. Quando seu pé pressiona o pedal da embreagem, você pressiona um garfo de liberação, que, por meio de uma série de molas e pinos, puxa a placa de pressão para longe da placa de embreagem. Isso quebra a conexão entre o motor em rotação e as rodas, o que significa que as rodas continuam a girar, mas sob seu próprio impulso, não por meio da força do motor.

Este design permite que você desengate as rodas do motor para mudar de marcha, permitindo que os motoristas tenham um grande controle sobre a velocidade de seu carro.

Fonte: Reprodução: Pinterest

Substitua ou repare sua embreagem

Se você começar a sentir a embreagem fazendo alguns pequenos solavancos, como nós em uma corda, pode ser um sinal de que a embreagem está com defeito

Quando você deve substituir a embreagem?

Normalmente, a embreagem é liberada suavemente em ambas as direções. Pode parecer mais difícil pressioná-lo ou não é liberado com a facilidade normal. Quando você pressiona a embreagem e muda de marcha, ouve-se alguns sons de que as engrenagens estão girando uma contra a outra, uma espécie de ruído de trituração. Isso indica que é hora de um profissional inspecionar a embreagem.

Posso ver se a embreagem está gasta?

A maior parte da embreagem está oculta, então você só pode realmente sentir se há algo errado ao dirigir, um mecânico será capaz de dizer rapidamente se há um problema, então sempre vale a pena verificar se você sentir que algo está errado.

Como funciona uma embreagem?

A embreagem é um dispositivo para desconectar e conectar eixos rotativos. Em uma caixa de câmbio manual, o motorista empurra para baixo a embreagem ao mudar de marcha para desconectar o motor da caixa de câmbio.

Existem várias peças na embreagem, que podem se desgastar ou saltar, os discos podem estar desgastados, assim como um sistema de mola pode quebrar ou afrouxar. Todas essas peças podem ser substituídas independentemente umas das outras. No entanto, ao trocar o volante, toda a embreagem precisa ser trocada. Isso pode ser um trabalho caro.

Você pode encontrar o ponto de mordida?

Muitos motoristas não têm certeza de onde está o ponto crítico. Se der um pequeno salto ao arrancar, significa que terá que pisar mais no acelerador. Em algumas situações é necessário que você saiba exatamente o ponto de mordida, ou use o freio de mão para ajudar. Se você parar em uma colina, precisará ser capaz de encontrar o ponto de mordida com precisão, para garantir que não perca tempo.

Fonte: Reprodução: Pinterest

Isto é o que você faz:

  • Quando estiver parado, puxe o freio de mão
  • Pressione a embreagem e coloque o carro em primeira marcha
  • Solte o freio e coloque o pé no acelerador
  • Ao começar a dirigir, você pressiona suavemente o acelerador e, aos poucos, solta a embreagem
  • Quando você pode sentir a potência do motor, você solta suavemente o freio de mão
  • O truque é soltar a embreagem e o freio de mão ao mesmo tempo e de forma tão suave que o carro avance sem ter que acelerar demais
  • Se o carro desligar, pise no freio de mão para que o carro não role para trás

Fonte:https://pt.wikipedia.org/wiki/Embraiagem#:~:text=A%20embraiagem%20ou%20embreagem%20%C3%A9,o%20diferencial%20atrav%C3%A9s%20do%20eixo.