Proteção Veicula: Seguro cooperativo é confiável

 realizar seu seguro auto em uma cooperativa é uma decisão bem inteligente para você que quer diminuir consideravelmente Muitas vezes os custos gerais de manter um veículo são altos, e temos que procurar uma saída para não ficarmos tão apertados.

Os seguros em cooperativas geralmente não contam com a alternativa de representar para você cotar o valor de seu seguro. No entanto, ao funcionarem como uma associação de pessoas com um mesmo fim e não como uma empresa que tem como meta o lucro, é assegurado que os preços são sempre mais baratos, podendo chegar a custar a metade do que nas seguradoras.

   Para você estar mais a informado sobre como atuam as cooperativas de seguro auto, deixamos algumas dicas. Se bem que o preço é conveniente, as cooperativas também podem representar certas inferioridade O bom é você se informar para poder tomar a decisão correta. Confira abaixo.

   A cooperativa é uma modalidade na qual Diversas pessoas se reúnem por um interessa em comum. Neste caso, a finalidade é assegurar o automóvel. Quem procura seguro nestas associações, o faz principalmente atraído pelos baixos custos. Na cooperativa, diferente do que acontece nas seguradoras, não há interesse em obter um lucro. Cada cooperado divide o risco de segurar o carro, para o resto dos associados.

   Para entrar em qualquer cooperativa ou associação, você deverá pagar uma taxa de adesão. Depois, um valor mensal que representa às parcelas do seguro em si. Quando acontece algum sinistro de um dos veículo segurados, os associados dividem o valor da indenização.

O principal público das cooperativas são aqueles proprietários de veículos que não conseguem encontrar um produto que se adapte aos seus bolsos no mercado. É que os produtos oferecidos pelas seguradoras em muitos casos podem ficar altos, mais especialmente entre os condutores mais jovens, que são aqueles que não contam com um histórico na carteira de motorista e são avaliados com risco mais alto.

   As cooperativas, para falar a verdade, não são legais, e se mantêm à margem do mercado. Não estão reguladas por um órgão oficial. Isto é, você não contará com apoio legal por descaso ou por qualquer outra falta. No entanto, há vários cooperados que dizem estar preenchidos inclusive com um excelente atendimento no caso de sinistros. O importante é você escolher bem a cooperativa.

   O principal fator que faz as cooperativas fisgarem membros que desejar se unir é o baixo custo. Os preços nas cooperativas brasileiras costuma ser bem mais baixo do que nas seguradoras. Em alguns casos, chega a ficar até 70% mais barato. E em muitos outros, o seguro sai normalmente pela metade do que custa nas seguradoras. Visualize um seguro que pode chegar a custar R$ 2200 em uma seguradora: se for feita em cooperativa, pode custar R$ 1100 ou até menos.



   Como toda alternativa, é o cliente quem deve decidir se fazer seguro na cooperativa é conveniente, ou não. Muita gente no Brasil se torna cooperado e não apresenta nenhuma reclamação quanto ao funcionamento de cooperativas. Elas contam com algumas benefícios.

   As cooperativas não estão implementadas por lei. Isto é, você não contará com proteção jurídica ante qualquer inadequada Se os demais membros se negarem a pagar, não há nada a fazer, nenhum lugar onde reclamar. Se algum serviço for mal feito, também não existirá como fazer a reclamação.

Veja Também: Dicas antes de aderir uma proteção veicular